Gerencie a Vida | Programa de Autodesenvolvimento

contato@gerencieavida.com.br
(46) 3524 4796     (46) 99924 0920

Consultoria

Consultoria



Como empresário administra a CLIPS - Consultoria em Planejamento e Soluções Empresariais que presta serviços para o SEBRAE e consultorias na área de Gestão de Pessoas e Planejamento Estratégico à empresas e organizações. Temas que se complementam e que são importantes para o sucesso das empresas. De maneira simples trata o assunto possibilitando ao empreendedor o acesso a “Gestão do Conhecimento” e seus benefícios. Uma potente ferramenta no enfrentamento das dificuldades e desafios que vive o empreendedor em seu cotidiano.

A gestão do Conhecimento
Aponta a Gestão do Conhecimento como uma estratégia central para desenvolver a competitividade de empresas e países, discute o investimento em pesquisa e desenvolvimento, e os avanços da tecnologia gerencial relacionada à Gestão do Conhecimento, das tecnologias de informática e de telecomunicações, e das conclusões das teorias sobre criatividade e aprendizado individual e organizacional.

A gestão por Competências
Aponta a Gestão do Conhecimento como uma estratégia central para desenvolver a competitividade de empresas e países, discute o investimento em pesquisa e desenvolvimento, e os avanços da tecnologia gerencial relacionada à Gestão do Conhecimento, das tecnologias de informática e de telecomunicações, e das conclusões das teorias sobre criatividade e aprendizado individual e organizacional.

C.H.A - “Conjunto de Conhecimentos, Habilidades e Atitudes que possibilitam desempenhar determinada função na busca de resultados concretos”

A gestão por competências propõe orientar esforços para planejar, captar, desenvolver e avaliar, nos diferentes níveis da organização – individual, grupal e organizacional – as competências necessárias à consecução de seus objetivos, conforme explicam Brandão e Guimarães (2001).

“A aplicação de conhecimentos, habilidades e atitudes no trabalho gera um desempenho profissional, o qual, por sua vez, é expresso pelos comportamentos que a pessoa manifesta e pelas consequências desses comportamentos, em termos de realizações e resultados. O desempenho da pessoa representa, então, uma expressão de suas competências.”

Mapeamento de Competências
A Gestão por Competências enfoca temas complexos abordados, atualmente, nos meios acadêmicos e empresariais tais como o desempenho organizacional e o conhecimento, visto como o grande recurso competitivo das empresas. Além disso, visa contribuir para a geração e manutenção dessa competitividade na medida em que permite alinhar as políticas e as práticas de Gestão de Pessoas às orientações estratégicas da organização. Sua abordagem complementa outras perspectivas gerenciais, como a Gestão de Processos e a Gestão do conhecimento. A Gestão por Competências é vista nos dias de hoje como uma alternativa aos modelos gerenciais, tradicionalmente utilizados nas organizações.

Podemos afirmar que o “mundo globalizado” tem incentivado RH e gestores das empresas a reverem suas práticas de gestão. Um dos aspectos que garantem um diferencial no mercado é a prática e domínio de competências essenciais para as organizações. A Fellipelli tem ajudado as organizações a criarem sua “régua” ou “perfil” de competências, identificando-as, definindo seus conceitos e os comportamentos relevantes que são esperados do quadro de colaboradores, e que podem levar a altos índices de desempenho e aos resultados desejados.

Descrição
Gerenciar o desempenho individual e coletivo de seus colaboradores é uma atividade indispensável para a garantia e manutenção da competitividade de qualquer empresa.

O diferencial como colaborador não é o que sei - (conhecimento),
mas o que faço com aquilo que sei - (atitude).
Essas “Habilidades” se conquistam com treinamento (aprender fazendo).
Ser Empreendedor é aproveitar as oportunidades e agregar valor no trabalho que realiza.
Ser Empreendedor e ver as oportunidades aonde na maioria das vezes se costuma ver a dificuldade.

14 Benefícios da Gestão por Competências para as Empresas e Organizações:

• Alinhamento de objetivos e metas individuais com as corporativas;
• Melhor gestão de pessoas, maior a vantagem competitiva da empresa;
• Maior colaboração e comunicação entre gestores e funcionários, o que ajuda a elevar a produtividade;
• Integração entre performance e treinamento, permitindo melhoria contínua;
• Redução do turnover e do risco operacional;
• Melhor comunicação entre gestores e colaboradores, eliminando atritos e desgastes de relacionamento;
• Maior foco e realização do colaborador aumentam a motivação e retenção;
• Identificação e manutenção das pessoas chave para o negócio;
• Gestão permanente de metas e objetivos ajuda na rápida identificação de problemas e ajustes de rota;
• Análise dos indicadores chave de performance;
• Desenvolve habilidade e atitude dos colaboradores;
• Economia de tempo e dinheiro gasto em treinamentos não estratégicos;
• Aumento do foco em metas de alta prioridade;
• Gestão de metas e objetivos.

Os desafios cotidianos
Como transformar essas competências em valor?
Como meu trabalho se conecta a gestão estratégica da organização?
Como atuar se a cada dia as demandas aumentam e o tempo é o mesmo?

Com a palavra de Peter Druker:
"Há três dimensões diferentes no raciocínio estratégico: A empresa atual precisa se tornar eficaz; seu potencial precisa ser identificado e realizado; deverá se transformar numa empresa diferente para um futuro diferente".

Extrair o melhor no presente e construir o futuro, é construir uma ponte: “Criação de Valor”.

Cadeia de Valor/ sistema de valor:
• Necessidade não satisfeita;
• Necessidade mal satisfeita;
• Necessidade criada/ demanda futura.

A estratégia vive no mundo sutil e da vida naquilo que está no inconsciente coletivo e é acessado pelo mundo intuitivo do Self – Ser essência.
A criação de riqueza está ligada a formação e execução do pensamento estratégico.